Início   |   Recursos   |   Ensino   |   Eventos   |   Projetos   |   Estrutura   |   Membros   |   Endereço

PT | EN

O CELGA-ILTEC é uma unidade de I&D da Universidade de Coimbra (UID FCT: 4887) criada em 2015 que resulta da fusão de duas unidades: o ILTEC e o CELGA. Tem como atividades centrais a investigação e a criação de recursos linguísticos.

Aula Aberta

A problemática dos géneros orais como objeto de ensino

Sinopse

O estudo dos textos orais implica a consideração de diversos domínios que se estruturam num contínuo que vai desde as relações estabelecidas com os textos escritos até às especificidades próprias da oralidade. Estes eixos estruturantes permitem a ancoragem de reflexões de natureza teórica centradas em produtos orais formais ou informais.
Não obstante, a inserção da oralidade no contexto escolar e a sua conceção como objeto de ensino implicam a delimitação de conteúdos suscetíveis de permitir a didatização do oral formal. Tal tarefa terá obrigatoriamente de passar pela reflexão em torno de diferentes géneros do oral escolar produzidos por alunos. A título de exemplo, centraremos a nossa atenção em textos argumentativos orais produzidos em contextos específicos.

Carla Maria Gerardo Henriques da Cunha Marques é doutorada em Língua Portuguesa: investigação e ensino, com a dissertação Argumentação oral formal e membro integrado do CELGA-ILTEC (Centro de Estudos de Linguística Geral e Aplicada) da Universidade de Coimbra. Desenvolve investigação na área da oralidade, géneros do oral e didática do oral. É autora de publicações de caráter didático e de artigos relacionados com a problemática do ensino do oral formal em contexto escolar e formadora de professores. É ainda responsável por diversos projetos de desenvolvimento da oralidade em contexto escolar e em contexto não escolar, tais como Falar em Público, Texto puxa palavra – concurso de oratória, Pensar alto.